A Porta-Bandeira

Blog da Primeira porta-bandeira da Inocentes de Belford Roxo, Lucinha Nobre.

Friday, October 24, 2008

NA FANTASIA DE UM ETERNO FOLIÃO


                                            Foto de Marcelo O' Reilly


Hoje eu vim aqui indicar para vocês um livro incrível do escritor e pesquisador Julio Cesar Farias chamado "Na Fantasia de um Eterno Folião".  Sabe aqueles livros que você lê de uma vez só, sem parar e fica rindo sozinho enquanto se delicia com as histórias? Pois é... Eu li o livro em dois dias e no metrô ou na praia, todo mundo ficava me olhando tipo "essa louca está rindo de quê???"  Até me achei em uma das histórias e reconheci amigos em outras, muito legal mesmo. O Julio trabalha com a gente lá na Unidos da Tijuca, defende os enredos do Luís Carlos Bruno, escreve as sinopses, é uma formiguinha importante na nossa engrenagem... Eu, que já era fã do trabalho dele, fiquei mais ainda depois desse livro.  Estou esperando ansiosa pelo próximo que ele está preparando, sobre Comissão de Frente. Já falei para ele que tem  que ter o dos casais de mestre-salas e porta-bandeiras também... Esses trabalhos são muito importantes para deixar guardado na memória de todos as histórias do samba, que nós tanto amamos!!! Parabéns, Julio, vida longa e inspiração, sempre!!!!!


peace+love

comments wellcome 

2 Comments:

  • At 9:51 AM, Anonymous Julio Cesar Farias said…

    Singela homenagem é modéstia sua. É uma das mais belas homenagens que já recebi nessa vida de eterno folião. Você é dez, conseguiu me emocionar. Estou feliz com a repercurssão do livro, pois consegui meu objetivo: divertir as pessoas com informação e registro do nosso Carnaval. Grande beijo.
    P. S.: não lembro agora quem me disse que já estava fazendo um livro sobre mestre-sala e porta-bandeira. Mas já vou anotar na minha lista de projetos. Se não surgir esse livro na praça, vou elaborá-lo. E espero poder contar com sua colaboração!!!

     
  • At 9:54 AM, Anonymous Julio Cesar Farias said…

    Singela homenagem é modéstia sua. É uma das mais belas homenagens que já recebi nessa vida de eterno folião. Você é dez, conseguiu me emocionar. Pela repercursão do livro, fico feliz de ter conseguido o meu objetivo com a obra: divertir e informar com o registro de nosso Carnaval. Grande beijo.
    P. S.: não lembro agora quem me disse que já estava fazendo um livro sobre mestre-sala e porta-bandeira. Mas já vou anotar na minha lista de projetos. Se não surgir esse livro na praça, vou elaborá-lo. E espero poder contar com sua colaboração!!!

     

Post a Comment

<< Home